Representações sociais de servidores do Inmetro acerca do trabalho, sua instituição e do serviço público

Nome do/a aluno/a: Daniela de Vasconcellos Prata Veloso

Orientador/a: Rafael Moura Coelho Pecly Wolter

Ano: 2018

Banca: Prof. Dr. Rafael Moura Coelho Pecly Wolter Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ; Prof. Dr. Denis Giovani Monteiro Naiff Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – UFRRJ; Prof. Dr. Antonio Marcos Tosoli Gomes

Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ

Resumo: Esta pesquisa buscou investigar as representações sociais de servidores do Inmetro sobre sua instituição, sobre o trabalho e sobre o serviço público brasileiro. De forma mais específica, procura-se descobrir se as representações sociais sobre o serviço público de servidores que atuam nas áreas finalísticas da instituição são distintas daquelas de servidores que atuam em áreas de apoio administrativo. Foi elaborado um questionário contendo evocações livres, questões relacionadas às práticas no trabalho, aos relacionamentos interpessoais no âmbito da organização, além de questões sociodemográficas; para as evocações livres, foram utilizados quatro termos indutores – servidor público, Inmetro, trabalho e serviço público. O questionário foi aplicado em 123 servidores lotados nas unidades do estado do Rio de Janeiro. Os questionários foram classificados em dois grupos, conforme a área de atuação dos servidores: grupo de servidores da área de suporte e grupo de servidores da área finalística. Observou-se pouca diferenciação entre os grupos, especialmente no que tange às práticas de trabalho e nos relacionamentos interpessoais. As representações sociais do trabalho e do Inmetro não apresentaram distinções relevantes entre os grupos, enquanto as representações sociais do servidor público e do serviço público apresentaram maiores discrepâncias, apontando que a área de atuação em uma organização pode influenciar a elaboração das representações sociais dos grupos. Em comum, para ambos os grupos, o serviço público é percebido de forma negativa enquanto que o servidor público é visto de forma positiva.

Link da biblioteca: http://catalogo-redesirius.uerj.br/sophia_web/index.asp?codigo_sophia=241203

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Programa de Pós-graduação em Psicologia Social

Laura Cristina de Toledo Quadros – Coordenadora do PPGPS

Adriana Benevides Soares – Coordenadora Adjunta do PPGPS

ppgps.uerj@gmail.com Tel: (21) 2334-0236 – Fax: (21) 2334-0216

Rua São Francisco Xavier, 524/10º andar, sala 10.009, bloco F – Maracanã, Rio de Janeiro, CEP 20550-013
Universidade do Estado do Rio de Janeiro – Instituto de Psicologia UERJ

%d blogueiros gostam disto: