Emoção e sua regulação na iniciação esportiva: a perspectiva de atletas de natação, pais e treinadores

Nome do/a aluno/a: Ana Luisa Amaral Alves

Orientador/a: Edna Lúcia Tinoco Ponciano

Ano: 2018

Banca: Profª. Drª. Edna Lúcia Tinoco Ponciano (Orientadora) Instituto de Psicologia – UERJ; Prof. Dr. Alberto José Filgueiras Gonçalves Instituto de Psicologia – UERJ; Prof. Dr. Raphael Sachhi Zaremba Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC-RIO

Resumo: O entendimento do atleta sobre como se sente e sobre o que pode ajudar ou atrapalhar os treinamentos e as competições é essencial para que consiga ter um bom desempenho. Como na infância e na entrada da adolescência, o incentivo dos familiares é fundamental para a prática esportiva, o modo como eles se portam antes, durante e depois das competições pode afetar o desempenho dos(as) filhos(as). As avaliações cognitivas ligadas às emoções são influenciadas pelo desenvolvimento das representações das emoções, incluindo suas causas e consequências, a partir da visão dos(as) atletas. Já as responsabilidades do treinador abrangem um conjunto de aspectos indissociáveis das suas funções: o desenvolvimento pessoal do praticante, a formação das qualidades esportivas e a construção dos fundamentos de uma carreira esportiva. As intervenções feitas pelo treinador, durante os estágios iniciais da carreira do(a) atleta, são determinantes para que os(as)atletas permaneçam e evoluam, em função do seu potencial. O treinador tem a seu cargo promover o desenvolvimento tático, técnico e físico, tendo consequências para o desenvolvimento psicológico. O referencial teórico utilizado para o estudo de tais conceitos e teorias encontra-se na Psicologia do Desenvolvimento, na Psicologia do Esporte e na Psicologia da Família. O desenvolvimento socioemocional, que influencia a performance esportiva, tem como aliado a relação dos pais com seus(suas) filhos(as) e a dos(as) jovens atletas com seu treinador. A regulação emocional é uma habilidade que tem um desenvolvimento progressivo ao longo da vida. Se os padrões de comportamento dos responsáveis pelos(as) atletas criam segurança, maior investimento cognitivo em novas explorações pode ser observado. Há o favorecimento das resoluções de problemas e de conflitos sociais, pois eles(elas) aprendem estratégias adaptativas de regulação emocional, sendo relevante no âmbito esportivo, ao serem trabalhadas desde a entrada na iniciação. A presente pesquisa tem como objetivo compreender a perspectiva de atletas, pais e treinadores sobre a emoção e sua regulação, durante a iniciação esportiva na natação, com características de competição. Foram feitas entrevistas semiestruturadas com atletas de 10 a 13 anos, seus responsáveis e treinadores que, preferencialmente, treinem os(as) púberes entrevistados(as), totalizando 18 entrevistas. Com a Análise do Conteúdo, podemos avaliar sete categorias: aperfeiçoamento pessoal, competição, emoção, tempo, esporte como aprendizado, relação com os pais e postura. Apresentamos e discutimos os dados encontrados, identificando a participação que pais e treinadores podem ter sobre os(as) atletas e a necessidade de programa de Psicologia, que privilegie a regulação emocional, na relação, para acompanhar e melhorar a iniciação esportiva, auxiliando tanto os pais quanto os treinadores no manejo e no desenvolvimento das emoções e da sua regulação, principalmente, para atletas nessa faixa etária, que visam às atividades de competição.

Link da biblioteca: http://catalogo-redesirius.uerj.br/sophia_web/index.asp?codigo_sophia=244400

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Programa de Pós-graduação em Psicologia Social

Laura Cristina de Toledo Quadros – Coordenadora do PPGPS

Adriana Benevides Soares – Coordenadora Adjunta do PPGPS

ppgps.uerj@gmail.com Tel: (21) 2334-0236 – Fax: (21) 2334-0216

Rua São Francisco Xavier, 524/10º andar, sala 10.009, bloco F – Maracanã, Rio de Janeiro, CEP 20550-013
Universidade do Estado do Rio de Janeiro – Instituto de Psicologia UERJ

%d blogueiros gostam disto: